2 de julho de 2008

Em busca das palavras perdidas...

Ou uma breve visão sobre mim mesma. 


Hoje a tarde enquanto buscava pensar em palavras e organizá-las mentalmente para compor algo decente e postar aqui, me peguei pensando em como muitas vezes eu me enxergo.Fiquei buscando definições. É clichê dizer, mas quem se descreve acaba impondo limites.Eu não queria me descrever, não quero limites, embora sinta falta deles, os limites. O limite de horário de trabalho por exemplo seria um excelente começo.Aí penso: dentro desses limites encontrados quando nos descrevemos cabe a minha constante imutável transformação?Thinking 5 


Eu sinto como se eu estivesse em constante evolução, sem contudo deixar de ser o que sou. Seria essa uma atividade onde agrego valores, sem contudo deixar de ter os que eu já tinha? E seria capaz agregar mais e mais valores sem que os anteriores se transformem? Sinto frio. Levanto e fecho a janela na tentativa de cessar o leve tremor causado pela brisa que toma conta do quarto localizado ao 17º andar.No reflexo da janela fechada acompanho a tv. Reflexos de mais um entre tantos outros jogos de futebol. Vejo também parte de mim, tal qual um vulto, apenas um fantasma. 


Quem sou afinal?Sem trabalhar talvez eu me reduza a isso: reflexo, vulto, algo virtual como diria Pierre Levy. Virtual não no sentido de irreal, mas virtual no sentido do vir a ser, do não atual. Sou reflexo, sou vulto. sou um potencial não aproveitado em sua total capacidade.


Como vulto que sou, ou me enxergo, associo a imagem a um anjo. Um anjo que não é doce e não é cândido. Um anjo mau(?). É. Talvez seja isso, talvez neste exato momento eu me veja como um anjo mal, similar a John Constantine vivido nas telefonas por Keanu Reeves


Não que Constatine seja ou fosse um anjo, mas o comportamento que advém do conhecimento que lhe é particular.
Me perco em meio as palavras. Já não sei mais o que escrever. As idéias se foram. Como borboletas,Butterfly elas partiram sem destino, sem talvez a vontade de voltar...


----------------
Escutando: Armin Van Buuren - The Sound Of Goodbye (Yvan & Dan Daniel Remix)via FoxyTunes Acesse também: fotolog.com/psouva

Nenhum comentário:

Postar um comentário