1 de agosto de 2008

Teatros da vida

Vamos por partes:

Teatro: substantivo masculino, edifício onde se representam obras dramáticas, óperas, etc.; a arte de representar ou de compor obras teatrais; colecção das obras dramáticas de um autor, de uma época, de uma nação; literatura dramática; ou em seu sentido figurado: lugar onde se realizou ou realiza algum acontecimento memorável; ilusão; aparência.

Ilusão: substantivo feminino que significa o engano dos sentidos ou da inteligência; errada interpretação de um fato; pensamento quimérico; coisa efêmera; utopia; fantasia;efeito artístico que produz ou procura produzir a impressão da realidade.

Efêmero: adjetivo que dá a qualidade a algo que que dura um só dia; que dura pouco; passageiro; transitório.

Tudo isso não quer dizer que não seja real. Ou talvez eu queira dizer apenas que estou com sono e que não deveria estar digitando essas palavras por aqui a esta hora. Não que seja tarde ou que eu tenha um horário. Ou ainda: talvez eu simplesmente me incomode com o fato de achar que as pessoas criam expectativas em cima de mim, e sinceramente? Eu não costumo corresponder às expectativas por dois motivos: 1-Posso ser (bem) melhor do que você imagina ou 2- Posso ser (bem) pior do que você imagina. Fácil de compreender, não é?

De fato acredito que a vida é uma peça de Teatro. Papéis prontos, designados, Marcação de lugar no palco. Mas lembre-se: um bom ator é aquele que sabe surpreender, que inova dentro do texto que lhe foi entregue. Eu particularmente gosto dos poucos que entendem minhas entrelinhas na hora do espetáculo. Amo quem me entende com um olhar, quem sente comigo coisas que não sei explicar com palavras, quem entende meus "meios olhares"...

Não espere nada de mim. Eu não tenho o hábito de fazer ou até mesmo cumprir promessas, mas as poucas que faço de coração eu cumpro até o fim. Eu sou feita de momentos. E meus momentos podem, ou não, se repetir. Mas geralmente é tudo Efêmero, não porque não tenha importância, mas porque eu sou como um rio: preciso que a água corra, sem se repetir, meu destino já está certo...

Eu só sei chegar ao mar...

Compartilhe :

Um comentário:

  1. É engraçado!! As pessoas querem que a gente represente qualquer papel.. seja de sereia feliz ou de vilã ferida!!!
    A questão, como vc bem colocou, não está em representar bem ou mal, está em surpreender!!!

    beijos!!!

    ResponderExcluir