18 de dezembro de 2008

Infinita Highway

Já dizia uma antiga paixão sobre mim: eu sou tão confusa que me confundo, e sendo assim lembro da música que dá título a este pequeno conjunto de palavras reunidas neste blog na data de hoje, porque no fundo no fundo "Minha vida é tão confusa quanto a América Central" e por isso faço, ou tento fazer, um trato "Você desliga o telefone se eu ficar muito abstrato..."

Engenheiros parece ditar toda a minha vida hoje, parece que estou pagando "meus pecados por ter acreditado que só se vive uma vez". Ando pensando demais e isso é ruim. Bem ruim pra falar a verdade.

"Muito prazer meu nome é otário' parece me lembrar das minhas causas perdidas, dos amores deixados para trás, amores que admitindo ou não eu ainda queria que fosse pra sempre. "Diga a verdade ao menos uma vez na vida, você se apaixonou pelos meus erros", porque a gente sempre vai ser algo mais ou menos assim:

Somos o que há de melhor!
Somos o que dá pra fazer...
O que não dá pra evitar
E não se pode escolher

Ouvindo Engenheiros, tentando arquitetar um roteiro pra minha vida, mas realmente eu estou mais confusa do que o de costume. Acho que é culpa de uma saudade que não tem fim e que ainda mora aqui no meu peito. Tem horas que ainda dá vontade de gritar: "Volta!"

Releio o post até aqui. As palavras não possuem nexo. Vão mudando, sendo escritas conforme a música no player. Um erro assim tão vulgar, me persegue a tarde inteira e de noite vai me achar num bar. Não sei se eu soubesse antes o que sei agora, será que eu erraria exatamente igual? Não quero ser o que não sou. Palavras soltas, versos emprestados do Sr. Gessinger.

3 comentários:

  1. Palavras soltas, versos emprestados do Sr. Gessinger.

    Nem tão soltos, mas muito bem emprestados do Sr. Gessinger.

    ResponderExcluir
  2. Sr. Gessinger que escreveu Infinita Highway quando tinha apenas 16 anos, é considerado por muitos como um messias modernos, suas palavras em forma de versos nos mostram erros que cometemos em nosso dia-a-dia, e nos provoca a sermos politicamente corretos.

    ResponderExcluir
  3. A verdade é que Engenheiros fala com todas e quaisquer pessoas. E eu amo.

    ResponderExcluir