22 de dezembro de 2008

Pulando. Ou saudade do Jump

Antes de começar a trabalhar eu contei neste mesmo blog, que você lê agora, sobre minhas aulas de jump. Eu havia pesquisado algumas coisas, num dos posts, por exemplo, publiquei que numa aula de Power Jump é possível perder até 500 calorias. Em outro post contei sobre as melhoras aeróbicas que eu havia notado.

Relendo esses posts hoje percebi que tenho sauade da época que estava cuidando melhor do meu corpo e que preciso voltar.

Além de me divertir tentando acompanhar as coreografias, era saudável estar sempre perto da minha irmãzinha de coração.

Mas o que pouca gente sabe é que por mais que muita gente chame apenas de Jump, há várias vertentes paras essas aulas em cima da cama elastica[bb].

Não existe somente o Jump, existem vários programas que englobam diversos exercícios em cima da cama elástica. O que eu praticava era o Power Jump, da Body Systems, que também desenvolve outros programas que você já deve ter ouvido falar como "BodyPump", "BodyJam" ou "BodyCombat"

Da concorrência você deve ter ouvido falar no Jump Fit, que eu não sei como funciona.

No Power Jump, as aulas começam com um aquecimento no solo, já com as músicas. O professor vai dando nome a cada padrão de movimento.

Depois de alguns minutos no solo subimos para os mini- trampolins, a sequência de exercícios vai mudando conforme muda a música. Algumas das músicas são remixes de músicas já conhecidas. Lembro que uma delas era um remix de Keysha Cole com Rihanna. Também lembro de dançar e exercitar-me ao som de Alexia. A intensidade sobe junto com as músicas. Impossível não sentir evolução nas pernas, principalmente as coxas. que ficam durinhas com poucas aulas.

Acho que em janeiro devo retornar para a academia. Se você tiver pique, aproveite o Power Jump como "aquecimento" e depois faça as séries de musculação. Retorno garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário