27 de janeiro de 2009

Pedidos e querer bem...

"Comece assim: a pedido de uma amiga mineira q estava meio triste com o namorado desligado dela..." Bom era pra começar assim, era pra falar que os homens não sabem dosar-se: ou grudam demais, ou não estão nem aí quando estão namorando, mas quem disse que eu consigo desenvolver o assunto? Tudo bem que não nego é bom quando a gente se sente querida, mas sentir-se querida demais também é ruim.

O fato é que eu nunca vou entender os relacionamentos humanos. A gente (teoricamente) passa a vida procurando quem dê valor, quem queira estar conosco, quem cuide da gente e se deixe ser cuidado também, enfim... Mas tudo tem seu tempo também. Nessas reflexões que comecei a pensar e de certa forma conversar comigo mesma:

- O que a gente faz quando se apaixona?
- Demonstra o sentimento ué, vai ficar escondendo o tesouro por quê?
- Mas e se a outra pessoa não estiver afim, não quiser nada sério?
- Parte pra outra?
- Mas e se valer a pena, se você sente bem lá dentro do coração que pode dar certo?
- Insiste ué, só não insiste muito, porque é chato.
- Tô pensando em jogar a toalha...
- Você tentou?
- Não me deixaram nem tentar, dizem que é química... E química é algo que ou bate de primeira ou não bate....
- Quem foi que disse isso? Se for assim esses casamentos de 25, 30 anos são farsas?
- Pois é... não sei também... Queria partir pra outra...
- Por que não fica só, por uns tempos?
- Eu tenho ficado, mas tem hora que bate a carência né?
- Aprenda: carência é algo que dá e passa...
- O ruim é que se fico com outras pessoas queimo meu filme com quem eu gosto...
- Vai se preocupar com isso por que? Se não está com você é porque de certa forma não quer
- Nisso você tem razão. E outra: eu poderia ser a melhor coisa que aconteceu na vida da pessoa...
- Humilde você hein?
- Não é isso... É que sei lá... Eu gosto. E acho que poderia gostar ainda mais, mas toda vez que chego perto um muro de Berlin é construído...
- Dê tempo ao tempo...
- Como se fosse fácil falar, e se amanhã ou depois eu morrer?
- Uai... sua parte você já fez... Só te resta esperar...
- Em pensar que eu só queria tentar....

7 comentários:

  1. Oi, Pri, faz tempo que não passava aqui, tá muito bacana este lay-out.
    A respeito do texto, esses dias eu tive essa mesma conversa comigo e chegueguei a, praticamente, as mesmas conclusões.

    Agora é só se esperar pra saber se aprendi alguma coisa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Você me despertou flor . Isso é tudo o que sinto e você me ajudou demonstrando . Amei o texto e enquanto a ele , queria muito saber do que "eles" pensam !! Iria ser uma descoberta e tanto , hein .
    Beijos .

    ResponderExcluir
  3. Nossa,adorei o texto e principalmente suas conclusões. Vou passar a visitar SEMPRE.
    comecei meu blog agora, espero que visite. www.prafazersentido.blogspot.com . Passa lá ?
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Oi :D Adorei o texto. É realmente meio complicada essa questão dos relacionamentos e você relatou bem :D
    Parabens pelo blog (: Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Liindo o texto,mas só quem passa por certas situações entende . (: Fiz meu blog agora e gostaria que você passasse lá pra dar sua opinião.Vou te add na lista de leitura. x)

    ResponderExcluir
  6. ameei o bloog,
    add ai nos seguidoores,
    iwn,
    akee,
    nova postageem no maloides,da uma olhadinha beeijao,L&M
    http://maloides.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Num super descolado prêmio-brincadeira blogosférico, escolhi vc! http://sandalias-decoradas.blogspot.com/2009/02/blog-maneiro.html Beijos, @raquelalmeida

    ResponderExcluir