21 de abril de 2009

Divã

Fui ver O Divã no cinema hoje. Havia tempo que não ia ao cinema e tinha gostado do trailer. Lília Cabral está ótima e o filme é hilário. Vale o ingresso pelas ótimas risadas que proporciona. E no meu caso me proporcionou ainda mais coisas como por exemplo um aprofundamento em reflexões que andam batendo a minha porta quase todos os dias.

O tempo passa, a gente queira ou não. E nessa do tempo passar me imagino acordando amanhã com 30 anos. E acordando assim, no melhor "Balzaca" de ser, juro que gostaria de virar pro lado e ver meu amor - seja lá quem for - ainda dormindo, ao meu lado. Acordar e ver que ainda tenho mais cinco minutos antes de levantar e ir preparar o café da manhã pra mais um dia produtivo, aproveitar aqueles minutinhos na cama, não para dormir mais cinco minutinhos, mas pra curtir algo que eu sempre curti: ver quem eu gosto dormindo. Pois é, com 30 anos quero muito estar ao lado do tal "amor da minha vida". E se eu estiver sozinha? Nesse caso eu quero ser o amor da minha própria vida.

De 24 pra 30 são 6. Em 6 anos quero conquistar muitas coisas. E quero colher os frutos dessas conquistas que ainda estão por vir. Um emprego melhor é parte das coisas que quero gozar ao entrar pra idade do conflitos descritos por Honoré Balzac. E quero amadurecer também. Amadurecer durante esse tempo para chegar lá com menos coisas para resolver. Aliás bem menos coisas. Até porque eu ainda não entendi direito como funciona esse lance de ser "gente grande". No fundo eu queria saber porque é que crescer às vezes dói.

Sei lá. Quando eu tinha 12 anos tudo o que queria era completar logo 18. Pobre de mim: Achava que uma revolução aconteceria na minha vida ao atingir a maioridade. Quando enfim fiz 18 queria logo os 21. Queria porque achava que com a faculdade terminada eu não teria mais que fazer tantas escolhas. E escolher dói, dói porque sempre temos que renunciar algo. E nem sempre a gente sabe que é melhor.

Acho que hoje eu espero que quando eu chegar aos 30 eu saiba escolher. Ou que as escolhas não doam tanto. Que as renúncias, as abdicações, não sejam tão grandes.

Aos trinta quero estar pelo menos com meu mestrado engatinhando. Ou com alguma outra faculdade concluída. Aos trinta quero estar feliz, não de forma plena, porque felicidade é um caminho e não um destino, mas acima de tudo: quero estar com a plena certeza de que aos 24 eu fiz as escolhas certas e vive o que queria viver.

11 comentários:

  1. vc escreve bem! eu tb pensava assim. Com certeza, crescer dói, escolher dói e planejar é só uma questão de força de vontade. Qdo vc menos espera já está lá e com td garantido e ainda com muitas conquistar por vir.

    ResponderExcluir
  2. Já quero e vou ver esse filme ainda mais depois de vc dizer que vale apena..rs..

    e sua reflexao acho que é de muitos de nós....

    tenso tenso..

    hoje penso que nao quero ir pros 30 rs..

    =/

    ResponderExcluir
  3. Hoje, aos 21, eu posso apreciar uma das coisas que eu quero ter aos 30. O que mais pesa, é ter 9 anos pra encontrar o primeiro de uma série de empregos que me levará, aos 30, àquele no qual quero fazer carreira. Isso me tira o sono...
    Vide hora do post...
    Beijos Pri,
    Mari.

    ResponderExcluir
  4. Quando eu chegar aos 30 anos eu vou querer parar o tempo. Eu já quero voltar aos 15 com 20 anos =//
    Bjos pri

    ResponderExcluir
  5. Hum, eu sinto que vou chegar aos 30 bem Bridget Jones (não que eu queira, mas sinto... aheuahe)
    :*

    ResponderExcluir
  6. estou louca pra assistir esse filme. acho que sábado vou passar a tarde no cinema. quero assistir X-Men Origins. hehe.
    eu nunca fiz planos de longo prazo. na verdade, só tenho 3 planos na vida. eu sempre me imaginei indo embora cedinho... não gosto muito desse mundo não.
    mas acho legais as suas perspectivas. e, como já comentaram, você consegue sim. só com organização e boa vontade. e boa sorte!

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo Pri!
    E é sempre assim mesmo, né? Parece que agora nunca está bom, mas daqui há algum tempo, com mais dinheiro, mais experiêcia... Penso da mesma forma de que pensava quando tinha 12 anos, claro, que com mais maturidade, mas com a mesma quantidade de sonhos e grandes expectativas do que há por vir.
    Mas ultimamente tenho pensado... Posso morrer amanhã, então por que não fazer minhas expctativas se concretizarem agora?
    Sei lá, essa vida é complicada demais pra minha cabeça...

    Mas o texto tá lindo!

    beijo!

    ResponderExcluir
  8. Eu admiro pessoas que como você sabem o que querem para o futuro. Eu vivo aqui perdida, me martizando por nunca entender o que eu gosto e desejo. Assim como você quero ser feliz, mas feliz com o que? Não sei...

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito assistir Divã! Li o livro e adooouro o trabalho da Martha Medeiros! :D
    E tenho muito medo de fazer 30 anos. Mas espero ter conquistado muitas coisas até lá.
    ;**

    ResponderExcluir
  10. A vida é uma escolha do ínicio ao fim, sem dúvidas.
    Desejo que concretize os sonhos,idealizações, planos e que se sinta completa.

    Eu...lendo isso me vi a perguntar p/ mim mesma,quem sou?...

    É tão bom pensar da maneira que você pensa, ter expectativas,me sinto no piloto automático.rs Verdade!
    Ver e ouvir coisas, por mais pequenas que elas pareçam, abre uma porta da reflexão e dúvida, quem sabe uma Luz! rsrs
    A vida sem dúvidas é uma montanha russa e das grandes!!!

    Um abraço e se mantenha fixa, pois sonhos, muitos se tornam reais, por serem atraídos pelo desejo e pensamento.

    HAPPY

    ResponderExcluir
  11. A vida é uma escolha do ínicio ao fim, sem dúvidas.
    Desejo que concretize os sonhos,idealizações, planos e que se sinta completa.

    Eu...lendo isso me vi a perguntar p/ mim mesma,quem sou?...

    É tão bom pensar da maneira que você pensa, ter expectativas,me sinto no piloto automático.rs Verdade!
    Ver e ouvir coisas, por mais pequenas que elas pareçam, abre uma porta da reflexão e dúvida, quem sabe uma Luz! rsrs
    A vida sem dúvidas é uma montanha russa e das grandes!!!

    Um abraço e se mantenha fixa, pois sonhos, muitos se tornam reais, por serem atraídos pelo desejo e pensamento.

    HAPPY

    ResponderExcluir