3 de julho de 2009

A hora certa de dizer Eu te amo...

Tava analisando e relembrando algumas coisas. Vi recados no Orkut e me atentei a datas. "Te amo's" daqui, "Meu amor" pra lá... Em tão pouco tempo de relacionamento a tão almejada (?) frase é trocada.

Mas "Eu te amo" tem hora certa pra ser dita?
Eu não acredito em "Amor a primeira vista", até porque amor, amor mesmo, pelo que eu bem entendo, nasce da convivência, nasce do conhecimento, nasce do dia-a-dia compartilhado, ainda que distante, mas compartilhado mesmo assim.

Acho meio impossível conhecer alguém e um mês depois já estar caindo de amores. Para isso existe a paixão. A paixão é o sentimento que melhor se encaixa enquanto não percebemos no outro os "defeitinhos" que todo mundo tem.

Tudo bem que você pode passar a vida toda com alguém e ainda assim não amar.
Essa possibilidade também existe.

Acho que essa busca incansável do ser-humano pelo amor banalizou o pobre coitado do sentimento. Muita gente diz "Amo você" como se fosse um mero "Bom dia", como se fosse algo apenas por educação, polidez. E mais, abre a boca pra falar algo que não sente, o que, a meu ver, é ainda pior.

Amar, de certa forma, é sentir-se responsável pelo outro. Dizer que ama sem ter noção da grandiosidade da frase dita é uma crueldade, é alimentar sonhos que não serão realizados, é plantar algo que não será colhido e que possivelmente apodrecerá no coração alheio.

Recordo-me de um antigo relacionamento meu, mais precisamente do início desse relacionamento, quando certa vez eu disse que queria que o tempo passasse logo para ter certeza de que o que eu sentia era amor, para que eu pudesse dizer um "Te amo" que até então estava entalado na garganta. Hoje vejo que eu poderia ter dito "Te amo" antes e que não seria precipitado, afinal foi a época que eu mais gostei desse alguém. Mas tanto tempo se passou e só agora percebi isso.

Como eu poderia saber naquela época o tempo certo pra dizer?
Simples: ter certeza de que estava sendo sincera. E não digo em ser sincera com a outra parte, mas principalmente: Ser sincera comigo mesma.

Hoje sei que meu próximo relacionamento provavelmente vai demorar um pouco mais pra ouvir a tal frase. Acho que quanto mais crescemos, quanto mais apanhamos da vida, mais difícil fica se abrir e sensibilizar-se novamente.

Não que eu tenha me tornado fria ou coisa do tipo. É que agora eu só quero ter um pouco mais de segurança.

2 comentários:

  1. ola.essa poema de "a hora certa de dizer eu te amo" é mt fixe.eu li e consegui perceber algumas coisas.percebi que precipitei me em dizer isso a alguem e acabei por perde lo.agora eu acho me fria nao sei o que sinto as vezes acho que nao amo ninguem mas outras vezes acho que amo uma pessoa mas nao consigo dizer que o ama mas tenho a certaza que essa pessoa me ama muito, enfim........adorei essa poena...bjs..elizabete

    ResponderExcluir
  2. Moça, achei suas reflexões extremamente precisas. Já vi muitos casais que eram 'apaixonados' no começo mas que, depois de alguns meses de convivência, rompiam o namoro. É preciso ter paciência quando se apaixona por alguém, porque o risco de criar uma ilusão existe e é grande. E, quando for a hora de se desfazer do sonho para encarar a realidade, a dor será tão mais forte quanto mais nós tivermos alimentado o sonho. Aprendi isso na minha vivência, e me sinto bem, apesar do sofrimento que passei.
    Excelente trabalho!

    ResponderExcluir