5 de julho de 2009

Tentativas

Eu não sou romântica, mas eu tento.
Eu não sei tocar violão, mas ainda assim eu tento.
Eu não sou atriz, mas interpreto meu papel. Ou pelo menos eu tento.

Eu não digo eu te amo, mas ainda assim meus olhos tentam dizer isso por mim sem nem mesmo pedir permissão.
Eu não sou a pessoa mais fofa do mundo, mas eu tento.
Eu não digo que me preocupo. Porque eu me preocupo mesmo e não preciso nem dizer.
Eu não sei ficar quieta durante muito tempo, mas eu até que tento manter em silêncio a minha boca. Tudo bem que aí os olhos falam, os meus atos falam, que meus pensamentos continuam falando alto também, mas a ausência de sons às vezes faz parte.

Eu não sei esquecer algumas coisas, mas juro: eu estou tentando (e estou conseguindo).
Eu não te compreendo. Não entendo. Mas eu tento.

E quero continuar tentando outras coisas também.
Assim como eu tento expressar a ausência que sinto agora... Não consegui, eu sei. Mas tentei.

Um comentário: