20 de outubro de 2009

Quando eu for escrever um livro

Eu vou começar a história, seja ela qual for, numa manhã fria apesar do céu azul e com ventos que cortam a pele, mas ainda assim ventos gostosos de serem sentidos. Não sei ao certo sobre o que escreverei. Se sobre uma jovem perdida no tempo e no espaço, repleta de dúvidas, colocando um pouco de mim na tal personagem, ou se criarei teorias fantásticas sobre coisas bobas e/ou idiotas.

O que sei é que quero escrever. Ir pensando e e escrevendo. Talvez saia algo sem pé nem cabeça, talvez tenha começo meio e fim. Pode ser também que eu vá apenas colocando palavra após palavra, como faço aqui e agora. Pode ser um ensaio, uma reunião de crônicas sobre o tudo e o nada. Pode ser que eu coloque no papel meus pensamentos sobre fones de ouvido e elevadores. Não sei ao certo. O que sei é que algum dia, longe ou perto, sentarei e começarei a escrever um livro. E eu vou falar de uma manhã como tantas outras, uma manhã que, com certeza, você aí do outro lado também já viveu.

Passa-me pela cabeça agora escrever sobre todas as manhã de um mês. "As manhãs de novembro" é um bom título, não é?
Frias? Úmidas? Azuis? Mostrar a vida a partir de outro angulo. Pensar diferente. Ou simplesmente pensar igual a todo mundo.

Sei lá. Eu só queria escrever.

7 comentários:

  1. Coisa linda... transpirando poesia. Menina, sou seu fã. Apesar dos textos serem extremamente subjetivos, vejo-me neles como já disse mais de uma vez. Se foi metáfora ou não, acreditei e estarei aqui pra trocar ideias sobre o plano...
    P.s.: O título é perfeito. Viu se já existe?

    ResponderExcluir
  2. Quando você escrver seu livro, eu vou ler. ;)

    ResponderExcluir
  3. Adorei o seu poste e também o título, bastante criativo e ovjetivo. Mas indenpendente do título vejo nós (leitores por hora) vamos saber nos encaixar perfeitamente e suas histórias pois de uma forma ou de outra ela vai reunir todos os gostos e opniões.

    ResponderExcluir
  4. Aliás, sempre quis ler sobre todas as manhãs de um mês... ou todas as manhãs de um mês de alguém, já que existe uma manhã diferente pra cada um que acorda.

    =D

    ResponderExcluir
  5. Todos deveriam tentar escrever um livro. Boa sorte na sua odisséia.

    ResponderExcluir
  6. Oi vizinha! ( na verdade não somos mais vizinhas ) rs.rs.. Saudades de você!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Olha, vou te contar uma coisa, escrever um livro não é fácil não, mas também não é tão difícil assim..hehe..Eu sento pra escrever nos fins de semana e mesmo assim n consigo tirar muita coisa pq escrevo editando aí já viu, né? Crítica, crítica, crítica..Aí acaba que sai pouca coisa, às vezes nem um capítulo sai inteiro..hehe..
    Bjs!!
    =1

    ResponderExcluir