6 de fevereiro de 2010

O que eu quero, o que eu preciso.

Quero entrelinhas, pretextos e beijo com sabor de bom dia.
Quero paz no coração, noite fria pra gente se esquentar num abraço.
Quero tua pele fresca refrescando minha alma, tua alma se juntando a minha.

Quero um sorriso sincero, quero felicidade verdadeira.
Quero um sonho pra torná-lo realidade. Quero teus sonhos juntos dos meus, quero nossos sonhos.

Quero tudo o que há de bom e mais um pouco, porque uma vida inteira é pouco para o que eu tenho pra viver.

Quero não me cansar com coisas bobas. Quero um deixar tudo pra trás, mas sem esquecer quem sou. Quero ser única e fazer a diferença.

Não quero mais ter medo. Não quero mais essa insegurança doentia que a todo instante me faz duvidar de todos os sentimentos do mundo.

Quero as certezas de volta. Certeza de olhar nos teus olhos e ver que você está feliz comigo. A certeza de que eu te faço bem e que você confia em mim.
Quero que você perceba que, por mais que isso seja bobeira, é justamente com as coisas pequenas que me chateio mais.

Quero voltar pra realidade, porque essa novela mexicana já me cansou.
E eu não quero me cansar do nosso amor.

Eu quero que as pessoas saibam que quando você está feliz em parte é porque eu estou na sua vida. Quero ser tua maior alegria.
O primeiro e o último pensamento do teu dia.

Não quero mendigar atenção, não quero restos, nem sobras.
O que é meu, é meu por inteiro. É tudo ou nada.
Se é pra ser, que seja de verdade.

3 comentários: