18 de março de 2010

Sobre ofensas...

Nada se compara ao som daquela risada depois daqueles xingamentos, aqueles que sabemos não serem ofensas, mas o nosso jeito estranho de dizer: ei, eu gosto de você.

E depois do fim, sempre vem o recomeço.

2 comentários: