9 de junho de 2010

"Cartolando"

Não quero mais
Amar a ninguém
Não fui feliz
O destino não quis
O meu primeiro amor
Morreu como a flor
Ainda em botão
Deixando espinhos
Que dilaceram meu coração


Não quero mais!

Um comentário:

  1. Não tenho muito o que dier. Mas uma coisa é certa : da mesma forma que o amor faz bem, machuca e deixa marcas profundas na gente. É ruim, mas hao menos sabemos que o que sentimos foi real.
    Bjs, Dri!

    ResponderExcluir