18 de abril de 2011

Sobre os Losers de Glee

A internet nos permite inúmeras coisas. A liberdade de expressão é uma delas. O direito de escolha de tornar ou não algo público, também. E sendo assim por termos essas duas escolhas em mãos é que deveríamos, todos, ter um pouco mais de consciência e como comunicólogos compreendermos que apesar de tudo, a web e seus escritos funciona como uma via de mão dupla.

Manter um blog ou uma coluna que aceita comentários e censura-los somente porque vão de encontro as próprias opiniões demonstra, no mínimo, imaturidade. Acredito que as ferramentas disponibilizadas para moderar comentários foram criadas para evitar abusos como o spam. Lixo eletrônico é que mais se dissemina por aí, principalmente no Brasil, mas não vou puxar estatísticas a respeito, meu foco aqui é outro.

Não condeno o gostar ou deixar de gostar das coisas. Condeno críticas infundadas a fim de tentar parecer melhor do que os outros. Ainda hoje li uma crítica sobre Glee, uma das séries que acompanho. E quem me segue no twitter poderá procurar entre os links postados. Até aí, tudo bem. Não gosto do Corinthians e não deixo de ser amiga de algumas pessoas por isso. Faço minhas piadas, mas não acho ninguém mais inteligente, intelectual ou burro por conta disso (apesar das piadinhas).

Afirmar que “Sabemos que a maioria do público que vê essa tolice faz parte da cultura popular" é voltarmos para discussões desnecessárias. Não acho que o que é popular é ruim. Muito pelo contrário: tradições são exatamente isso: cultura popular. Madonna é pop. Michael Jackson é pop. MPB é justamente isso: Pop! Agora quero ver alguém dizer que MPB não é coisa de intelectual. Vá lá, e diga que Chico Buarque não é intelectual.

Daí a chamar de “Losers não são apenas os personagens, mas também os roteiristas dessa chanchada.” tem muito chão. O intelectual em questão esqueceu-se de parâmetros para comparar as coisas, e até mesmo a chanchada tem seu valor cultural, afinal durante muito tempo foram as únicas produções que o Brasil conseguiu efetuar.

Por último gostaria de comentar “Concordar ou não é uma questão de repertório, entendimento e gosto. Não estou aqui para mudar conceitos, agradar ou provocar pessoas. Pauto minha opinião e pronto.” Se não está afim de agradar ou transformar conceitos por que causa, motivo e razão não abre os comentários para que todos, assim como eu, possam mostrar o que pensam?

Pra quem acha que ver Glee é ser Looser (ou perdedor) fica a letra de uma das músicas compostas especialmente para a série: Loser like me.




ps: aqui todo mundo é livre pra dizer o que pensa, sem moderação! Só não vale apelar com palavrão! ;)

3 comentários:

  1. Oieeee, desculpa as sumidas é que a vida está corrida... facul, procura por estágio, finalização do livro de poemas!!! Omg! rs. Mas non me esqueci de passar aqui!!!

    Boa páscoa, muito chocolate... e non se esqueça de passar pelo meu cantinho, que tem poesia nova lá!
    Kisses XD
    byleona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. I read this post fully concerning the comparison of most recent
    and preceding technologies, it's remarkable article.

    Also visit my blog post: http://xxxsexsite.net

    ResponderExcluir