25 de outubro de 2011

Piegas Pride

Sou chata. Chata, feia e piegas. Bem piegas. Não acho que relacionamentos devem se pautar apenas em sexo. Aquela coisa do “one night only” até vai. Afinal, é só tesão somado à um “até nunca mais”. Isso se você não for pirar, não for se sentir apenas um objeto sexual ou coisas do tipo. Isso se você tiver maturidade suficiente pra aceitar que, por mais que tenha sido ótimo, foi “só por uma noite”.

Mas como eu dizia: sou piegas. Sou uma velha, tradicional, romântica e ainda assim boêmia. Meio malandra às vezes, confesso. Mas ainda assim piegas.
Não mantenho relações porque o sexo é bom. Literalmente: Não dá. Não dá pra manter isso por muito tempo. Não passo mais tempo na cama do que fora dela. Não vivo de sexo. Nasci dele, mas não vivo dele.

Ser bom de cama é uma ótima qualidade nos pretendentes, mas não é tudo. Uma boa conversa vale mais que uma noite, uma tarde, um dia, na cama (ou em outro lugar qualquer).
Nós, seres-humanos, somos a única espécie que faz sexo por outro motivo além de procriar. Todavia, acredito que muita gente acaba esquecendo disso. E de outros detalhes.
Não tenho culpa. Posso estar carente, subindo pelas paredes, mas ainda assim sou piegas. E de certa forma me orgulho disso.

2 comentários:

  1. Adorei tudo, quase me descreveu. Às vezes é muito vantajoso ser piegas.

    ResponderExcluir
  2. Sou romântica e adoro sexo com amor. Evidente que tesão sem amor existe e é válido tb. Mas, o amor...ah, ao amor é outra linguagem, neh? O amor provoca o sexo e o contrário muitas vzs não.O amor perdura e se instala!
    Eu tb sou mais sentimento, com sexo como consequencia!

    ResponderExcluir