16 de abril de 2012

Em outro plano

De vez em quando eu venho aqui e desabafo.
Conto pra tela em branco o que tem me afetado. Distribuo nas letras cada pedacinho da dor ou da alegria.

E questiono. Questiono as atitudes ao meu redor.
Questiono ausências, omissões, por vezes, mentiras.

Sabe quando tudo fica somente só no plano das palavras e jamais vira uma ação?
Acho que cansei de palavras. De novo.



2 de abril de 2012

O medo de falhar volta a bater. A questão agora é dinheiro. Morro um pouco a cada dia.