13 de setembro de 2013

apenas uma estação

10...
20...
30...
500...
1000...

Perdi a conta.
Nunca sei se é Outono ou Verão.

3 de setembro de 2013

Sobre como o Novo me atrai

Mais um dia normal, mais do mesmo.
O mesmo sol, o mesmo céu, as mesmas pessoas.
O mesmo andar, elevador, roupas, acessórios.

A mesma vida.

Essa minha necessidade de renovação, essa minha aversão momentânea à todas as pessoas da terra, esse desejo de clausura e solidão, por vezes tomam conta das coisas por aqui. Ainda que esse pensamentos não durem tanto tempo, menos de um minuto cada um, fica essa coisa vagando na cabeça, frases soltas...

Vontade de pegar a estrada e parar cada dia num lugar diferente. Até cansar, até não ter mais forças a não ser para voltar para o meu lar.
É como se eu não quisesse ter um passado, ou como se esse passado não me interessasse mais. Um desejo de ser nova, de tudo novo.
Outro nome, outro signo, outra profissão.

Mas já que não posso fazer nada disso, vou ali, me arrumar e trabalhar.