22 de outubro de 2016

O ladrão

Fui tomada momentaneamente por um verdadeiro "fogo no rabo".
Cheguei do trabalho e os planos eram curtir minha doce residência, ler ou ver algum seriado. Ouvir música.
Cozinhei. Escrevi.
Escutei coisas novas.

Eis que das conversas no mensageiro instantâneo surgem convites. Um. Dois. Três.
A noite é uma criança. Amanhã eu não preciso acordar cedo.

A vontade de sair e me divertir é grande.

Optei por ficar em casa.

Por que?

A ocasião faz o ladrão.

Vou agir de forma correta. Porque o correto é sempre mais difícil e ninguém nunca disse que iria ser fácil.

Privação? Não, eu diria que são escolhas. Abro mão de muita coisa pra continuar sendo correta.

Um comentário:

  1. sábias palavras e muito bem combinadas *clap clap, palmas, gostei*

    ResponderExcluir