10 de dezembro de 2016

Sobre a véspera

E a chuva torna a cair em São José dos Campos. Chuva pra mim é benção, afinal água é vida. A chuva molha a terra, molha a alma.
A gente planta, espera, acredita. A gente ama. A gente sempre mantém a fé de que vai ser melhor. Ainda que cada um acredite em algo diferente, em Deus, deusas, ou até mesmo não acredite, a gente ainda assim acredita que, de alguma forma, as coisas vão ficar melhores.

Mais um ano. Menos um, segundo os pessimistas.
Eu tenho fé de que plantei coisas boas. Só me resta esperar, deixar a chuva chover, o vento ventar, o rio correr e a Terra girar.

Hoje eu queria uma bebida, um abraço bem específico. Queria ser parte, queria estar presente. Acho até que queria ser eu o presente.
Uma lágrima escorre.

Em sempre vou te encontrar em cada detalhe do meu dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário