21 de abril de 2017

As respostas

Tá tudo bem?
Óbvio que não.
Voltar do Rio e estar em férias só me deixa ociosa. O que tenho feito da vida? Bebido e dormido o dia todo. Quanto mais eu durmo menos eu penso.
Só que isso não é saudável.

Eu ainda acho que a culpa de tudo ter acabado é minha. Acho que não sou boa o suficiente. Acho que o problema sou eu que não sei me relacionar,  que sempre busco relações fadadas ao fracasso e me entrego não 100% mas mais do que isso.

Eu acho que sou imatura e não sei lidar com a rejeição. Algum ser humano sabe?
Eu tô sem rumo.
Você era meu norte porque foi a única pessoa que foi real. Eu não precisei bancar a descolada e nem você precisou fazer um papel. Era bom porque éramos nós e foi isso que me prendeu.  Sei lá, eu achava que te conhecia. Talvez por isso eu tenha insistido tanto. "Eu conheço seus passos, eu vejo seus erros"

Agora você me manda mensagem. Pra depois sumir logo em seguida?
Eu gostava de ser a pessoa em quem você confiava. Era bom.

A bosta de se apaixonar depois de "velha" é que as consequências são maiores.
Pelo menos aqui, do lado de cá,  tá sendo.

São 6h35 de um feriado.  Eu de férias.  A gente poderia estar indo pra qualquer lugar passar um fim de semana. 

Sonhar não custa nada.
Eu só queria esgotar as tentativas pra dar certo.
Porque eu não sou tão descartável assim. Sou?

Nenhum comentário:

Postar um comentário