8 de abril de 2017

Cartas sem resposta #1

Eu quero tanto a minha casa.
Eu quero tanto ouvir a sua voz. Sua voz me acalma. Seria um alívio receber uma ligação nem que fosse só pra ouvir um rápido "oi, tudo bem?" e só.

O Rio vem se tornando o Hell de Janeiro, que na verdade é março. Que se estende até abril.
De novo estou doente. Minha imunidade baixou de tal forma que eu tô protelando ir ao médico porque estou trabalhando.

Lembra que ano passado eu estava com suspeita de caxumba e era só minha sinusite que tinha me pego de jeito? Então, mesma coisa esse ano.

Só que eu ainda não fui ao médico.

Eu quero minha casa. Quero ouvir sua voz.
Quero um pouco de paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário