25 de abril de 2017

MG

Acordar pensando em você.
Acordar desejando você.
Meu corpo sente sua falta e minha cabeça imagina cenas incríveis nessa manhã fria.
O quarto mesmo com duas amplas janelas permanece numa penumbra interessante. É possível enxergar cada movimento, não com todos os detalhes, mas de forma que o sentido do tato completa a visão.

Ando sentindo falta do seu cheiro e do cheiro do encontro da minha pele com a tua. Algumas coisas não mudam com o tempo. A minha vontade de começar todos os meus dias me alimentando de você é uma delas.

O bem-te-vi canta aqui e acolá. Algum outro pássaro responde. No meio desses sons penso nos murmúrios,  gemidos e respirações...

Pele contra pele. Bocas passeando sedentas. O teu olhar enquanto eu mato a tua sede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário