14 de maio de 2017

3 letras

A TPM bateu em minha porta e eu abri. Tô aqui toda sensível carente e chorosa.
Nessas horas sinto falta de alguém cuidando de mim. Um abraço. Um cafuné.

Nenhum comentário:

Postar um comentário