20 de maio de 2017

Cada vez que eu olho e vejo que estou bloqueada me dá uma sensação de náusea tão grande, tão absurda, tão inacreditável.

É um desgosto tão grande. Uma decepção tão sem tamanho.

Quando eu acho que vai ficar tudo bem, quando eu acho que vai rolar um café pra me deixar seguir em paz, quando eu acho que vai rolar um ponto final...

Eu detesto ficar brigada com quem quer que seja. Isso tira meu foco, meu sono, minha paz.
Se eu estava andando com a vida, tentando conhecer outras pessoas, ficar livre pra me relacionar de novo, ficar em paz com tudo o que aconteceu, cada vez que eu tomo um block eu volto 15 casas.
Fode tudo. Absolutamente tudo.
Ela não faz ideia de como funciona a minha cabeça. Ela não faz a menor ideia de como funciona o meu coração.

E ela me fode de uma maneira tão grande quando ela me bloqueia. Era mais fácil me matar de uma vez. Não fazer eu ficar me consumindo nesse monte de sentimentos ruins.

Aí é a gastrite que ataca, a ansiedade que volta.

Aí eu jogo tudo que eu consegui conquistar de paz no lixo.
Tudo isso por quê?
Porque tem uma imbecil que não consegue só aceitar que eu a amo.
Porque tem uma idiota que acha ruim eu não ter problema algum em dizer "eu amo".
Cara, tem que se achar muito lixo pra não aceitar o amor de alguém. Não tô pedindo nada em troca. Não tô pedindo pra me amar também.
Mas não...  Tem que foder com tudo.
Não foi suficiente a minha desilusão. Não bastou dizer que amava e pular fora, não bastou dizer que eu era incrível e me deixar sozinha ainda assim, não bastou falar tanta coisa bonita e sair com outras pessoas....
Porque merda pouca é bobagem.
Não basta ser fria. Não basta fingir que não sente nada.
Não. Nada disso foi suficiente.
Eu falei tantas vezes: sua presença me faz feliz. Mas alguém ouve o que eu digo? Alguém liga pro eu digo ou sinto?
Não. Ninguém.
E eu tenho plena certeza que eu não vou ouvir um pedido de desculpas dessa vez.
Quando eu realmente deveria ouvir um, eu não vou.

Se ela usasse um pouco da razão ela saberia que pra eu desencantar eu preciso estar bem.
Que pra eu me apaixonar de novo por qualquer outra pessoa eu preciso estar bem...
Mas né, não, não usa a cabeça.
Nem vai usar.
Enquanto isso a mágoa me consome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário