18 de maio de 2017

Carência

O destino e o universo são engraçados.
Eu me pergunto por quê.
Porque numa determinada fase da vida e não em outra?
Por que não aconteceu quando poderia dar certo, tipo mais pra frente?

As tramas da vida. As pessoas que vão aparecendo.
Sei lá.
Hoje eu só queria ficar conversando abraçada.
Tô numa carência descomunal e eu não tô afim de ser filha da puta e machucar quem eu sei que gosta de mim.
Tá foda.
Eu geralmente não me importo em ficar sem sexo mas esses últimos meses...

Hoje passei no posto pra ver o pessoal do trabalho... Tomei um chocolate quente enquanto as meninas héteros do rolê me elogiavam... De me vestir bem a ser linda... E que caso fossem lésbicas com certeza a prioridade, ou o foco, seria a dona Priscila.
Acho engraçado. Porque eu não me acho tudo isso. Fora que eu tenho uma fama de não prestar e de pegar todo mundo que eu não faço ideia de onde surgiu...

Eu sou tão sossegada.
Eu estou tão sossegada.
Carente mas sossegada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário